Blog

Eis aqui o segredo para você aprender AGORA como manifestar seus desejos

Na nossa última newsletter uma verdade adormecida foi acordada dentro de nós: a de que somos feitos da mesma matéria das estrelas e das galáxias!

A matéria que forma a incontável variedade de elementos no Universo é única. Seres de todos os reinos (vegetal, animal e mineral), de todas as espécies, animados ou inanimados… todos viemos da mesma origem: material cósmico.

A história que contei retrata isso de uma forma reveladora. Ela nos coloca em contato direto com a Fonte da matéria e da forma, por meio da simples conscientização daquilo que é, aqui, agora, já!

Toda matéria é sagrada. É a expressão de uma obra divina e a ponta visível de dois conceitos que jamais poderemos entender na sua mais profunda essência: o eterno e o infinito.

Se você não leu, recomendo MUITO que pare aqui e acesse esse material primeiro. Você pode encontrá-lo clicando neste link.

Na newsletter de hoje, eu vou falar do segundo elemento universal que compõe a nossa realidade. Ele é responsável pela FORMA de todas as coisas e, mais do que isso, pela representação final de tudo que existe neste exato instante.

Este elemento chama-se vibração.

Existe um ensinamento espiritual muito valioso que transcende todas as religiões e crenças, o qual é necessário compreendermos se o nosso intuito é o de ter uma vida plena: somos aquilo que vibramos!

A vida é um longo processo de desaprendizagem.

Existe muita coisa a desaprender até finalmente chegarmos de volta ao local de onde nunca saímos: o entendimento de que somos matéria e vibração. Toda realidade existente, toda história já contada e todo fato que está por acontecer erige-se sobre estes dois pilares, matéria e vibração!

Para chegar à este entendimento basta afastar-se de todo sistema de crença que se coloca entre você e a realidade que te cerca. Abandone rótulos, estigmas, histórias, paixões… esteja e seja diretamente com toda a criação que existe, isso fará brotar em você a consciência.

A chegada da clareza é a perda daquilo que nunca se possuiu. Toda essa pesada bagagem emocional adquirida em todos esses longos anos de existência que nos afasta da compreensão absoluta, toda ela pode ser largada. Solte-a e deixe-se levar. O passo final numa jornada espiritual é perder a si mesmo. Confie que aquilo que te trouxe até aqui, também irá lhe conduzir até la.

Abstenha-se de julgar, de classificar, de ordenar mentalmente. Apenas esteja presente e seja. Eis o único conhecimento fundamental que lhe foi permitido: o “eu sou”. Não “eu sou isso ou aquilo”, não, não! Apenas “eu sou”!

Neste estado, apenas observe e contemple tudo ao seu redor. O discernimento virá e, quando chegar, será simplesmente impronunciável. Você enxergará o eterno e o infinito, ao invés de simples matéria, e vibração, ao invés de uma simples realidade estática.

A realidade formada ao redor do mundo inteiro está perfeitamente alinhada com a vibração que emana de cada uma das suas partes. Não tente entender nem usar critérios humanos para medir a justeza dessas definições, isso só trará equívocos e confusão mental.

Basta entender que a frequência da vibração determinará a sorte de cada elemento, suas características e sua representação física na dimensão material, desde uma pedra até o corpo de um ser vivo; desde o retrato da miséria até o retrato da abundância e da prosperidade… tudo é regido pela vibração que emana do objeto.

Você consegue enxergar isso? Acredito que consiga sim.

Então agora preste atenção nesse segredo que eu vou te contar. Eu não podia tê-lo revelado antes de conversarmos sobre tudo aquilo que falamos até aqui. Por isso, preste atenção, pois ele é simplesmente o desfecho de todo esse conhecimento.

Toda mudança operada no mundo da matéria é feita por meio de vibração energética. Isso quer dizer que uma determinada situação atual, que reflete uma frequência vibracional, pode ser alterada com a simples mudança na frequência de sua vibração.

Lembre-se: somos o que vibramos.

A prosperidade não vibra na frequência da miséria; a riqueza não vibra na frequência da escassez; a plenitude não vibra na frequência da mesquinhez….

É necessário mais do que simplesmente entender isso. Precisamos literalmente INCORPORAR esse conhecimento, desenvolvê-lo dentro de nós, vive-lo… e assim teremos a habilidade necessária para criar, de maneira consciente, a nossa própria realidade!
Como fazer para criar nossa própria realidade?

Na verdade, você já cria a sua própria realidade. É essa que você está vivendo agora. O que estamos propondo aqui é criar CONSCIENTEMENTE a própria realidade. Estamos falando em organizar a casa mental, entender o que de fato queremos e manifestar isso no mundo da matéria!

Essa é uma habilidade humana. Talvez a maior delas. Infelizmente não somos ensinados sobre isso em nossas escolas e, muitas vezes, nem em nossas famílias.

Entender isso é sair da simples posição de criação para a de criador! Sua passagem aqui na Terra, dentro da condição humana, tem esse objetivo: entender que você é parte criação e parte criador. Em muitas coisas, você é o cocriador da sua própria realidade e é importante desenvolvermos o nosso conhecimento sobre essa habilidade.

Como vibrar numa determinada direção energética para alterar nossa realidade? Como manifestar meus desejos, trazendo para o mundo material o arquétipo mental que formamos na cabeça?

A primeira lição para a alma que desperta com sede desse conhecimento genuíno é: tenha calma, você acaba de acordar para um novo mundo. Existem diversas técnicas que farão você desenvolver as capacidades que você JÁ TEM, mas será necessário tempo para o aprendizado!

Quer aprender como funcionam essas técnicas? Eu passarei TODAS elas por aqui, para você. Cada newsletter minha é um compromisso meu com o Universo em difundir esse conhecimento que me foi revelado. Você, que busca essa sabedoria, será o beneficiado.

Por isso, fique conosco, acompanhe nosso material e compartilhe com outras pessoas. Você também encontra vídeos nossos no Youtube e material no Instagram, onde terá dicas de saúde, não só para seu corpo, mas também para seu espírito!

Um grande abraço e obrigado por sua atenção.

João Pedro

Deixe um comentário

Posts Relacionados

Digite Sua Pesquisa